A festa da ‘vachina’ em Niterói


A web estava em clima de carnaval com moradores de Niterói celebrando o acordo de compra da vacina contra a Covid-19. Foto: Divulgação

Moradores de Niterói, que por conta da Covid-19 vivem restrições e isolamentos nos últimos dez meses, aproveitaram as redes sociais nesta sexta-feira (11) para comemorar a proximidade da vacina, após um acordo entre a Prefeitura de Niterói e a Instituto Butantan para aquisição do ‘Coronavac’.

A luz no fim do túnel que todos esperam veio com a divulgação da assinatura de um memorando para fornecer 1,1 milhão de doses da vacina produzida pelo Instituto Butantan, em São Paulo.

Nem mesmo o brasão da bandeira de Niterói escapou da brincadeira e acabou sendo substituído por desenhos de vacinas e salgados italianos.

As balsas lotadas e os congestionamentos na Alameda São Boaventura, em Fonseca, e na ponte Rio-Niterói também foram favorecidos por internautas que zombaram da corrida da vacina com moradores de outros municípios que correm para Niterói.

Foto: Reprodução / Eu Sou de Niterói

Até o pessoal da ‘Carreta Furacão’ virou meme nas mãos dos internautas:

Restrição

Mesmo moradores de outras cidades como Rio e São Gonçalo, por exemplo, também ficaram felizes com a notícia, embora a vacinação só seja permitida para os residentes em Niterói. O controle será feito pela Secretaria Municipal de Saúde por meio do Programa de Saúde Médico.

A pasta esclareceu para o Foco no Foco que ainda prepara o planejamento da imunização contra a Covid-19 em Niterói, envolvendo os seguintes pontos:

  • Logística de vacinação;
  • Compra;
  • Distribuição de insumos;

Segundo o governo, os detalhes serão divulgados oportunamente.

De acordo com o cronograma proposto ao Butantan e assinado pelo diretor institucional do instituto, Raul Machado, seriam 300 mil doses disponíveis no final de janeiro para profissionais de saúde e idosos, outras 300 mil doses para o final de fevereiro, distribuídas aos cidadãos com comorbidades e aos profissionais de saúde. educação, e mais 500 mil para o restante da população durante o primeiro semestre, até maio.

Niterói vai investir R $ 57 milhões no projeto de imunização, a um custo de US $ 10 a dose. Com recursos próprios para aquisição da vacina, Niterói é a única cidade do estado do Rio, entre as 12 do país, a testar a fase 3 da vacina Coronavac, em parceria com o Instituto Butantan e a Fiocruz.

“Estruturamos e colocamos em prática um plano integrado com ações de saúde, apoio hospitalar, renda básica para sustentar as famílias que mais precisam e apoiar os pequenos negócios da nossa cidade. Graças à consciência cívica e humanitária do povo niterói, de que seguimos as medidas sanitárias para prevenir a Covid-19, salvamos milhares de vidas. O United Niterói continuará vencendo essa batalha pela vida contra o coronavírus ”

Rodrigo Neves, prefeito de Niterói

.