A luz solar pode inativar o coronavírus 8 vezes mais rápido do que o esperado, o estudo confirma



Do Sputnik

© AP Photo / Ng Han Guan

Novos estudos confirmam que a luz solar pode inativar o vírus, mas reforçam que a forma mais segura de evitá-lo em países onde ainda está se espalhando é a distância social e o uso de máscaras onde a distância não é possível.

Uma equipe de cientistas está incentivando mais pesquisas sobre como a luz solar inativaria o SARS-CoV-2 depois de perceber que há uma discrepância gritante entre a última teoria e os novos resultados experimentais.

O engenheiro mecânico da Universidade da Califórnia em Santa Bárbara, Paolo Luzzatto-Fegiz, e seus colegas observaram que o vírus foi inativado até oito vezes mais rápido em experimentos atuais do que o modelo teórico mais recente previa. As análises foram publicadas no The Journal of Infectious Diseases.

“A teoria pressupõe que a inativação funciona fazendo UVB [raios ultravioleta tipo B] atinge o RNA do vírus, danificando-o ”, explica Luzzatto-Fegiz. (…)

Source