As cidades de alto risco da Covid no estado sobem para 6


Novo mapa de risco (Foto: Divulgação / Governo Estadual)

O número de municípios com alto risco de transmissão do coronavírus no Espírito Santo passou de um para seis pelo novo mapa de risco divulgado pelo governador Renato Casagrande, na noite desta sexta-feira (11), em nota pelas redes sociais.

O novo mapa de riscos começa a vigorar na próxima segunda-feira (14). Pela nova classificação, os municípios de Ecoporanga, Marilândia, Ibiraçu, Domingos Martins e Anchieta apresentam alto risco. A cidade de Mantenópolis, que já está neste grupo esta semana, ficará por mais uma semana.

“Estamos retrocedendo em relação à pandemia no Espírito Santo”, diz o governador, que continua: “Quando você caminha para o alto risco, você reduz a liberdade. As medidas caminham no sentido de aumentar as restrições às atividades econômicas e sociais ”.

Além disso, 48 municípios são classificados como de risco moderado para transmissão do vírus e 24 municípios apresentam risco baixo. As cidades da Grande Vitória continuam com risco moderado.

O fato de as seis cidades de alto risco estarem no interior do estado foi destacado por Casagrande, que afirmou que “a pandemia no interior está mais descontrolada” e por isso chamou a atenção das cidades.

Restrições

Risco moderado

Com a atualização do Mapa de Risco, cidades sob risco Moderado (em amarelo no mapa), terão restrição de horário de funcionamento de bares e restaurantes: de segunda a sábado, o atendimento só é permitido até as 22h. Aos domingos, a autorização só é válida por até 16 horas.

É autorizado o funcionamento de escolas para aulas presenciais, mesmo em municípios de risco moderado, seguindo as diretrizes de distância social determinadas pelas secretarias estaduais de saúde e educação.

Em cidades com risco moderado também existem restrições a eventos corporativos, como palestras e seminários: limite de 300 participantes. Em cidades de baixo risco, não há limites de participantes.

Alto risco

A cidade classificada como de alto risco passou a ter regras mais rígidas para o funcionamento do comércio, sendo permitido apenas o atendimento presencial nos estabelecimentos de segunda a sexta-feira, limitado ao horário das 10h às 16h.

Além disso, está suspenso o funcionamento das agências bancárias e a realização de eventos corporativos.

Eventos sociais como festas e casamentos são proibidos na cidade, assim como o funcionamento de espaços de lazer, cinemas, teatros e circos.

O funcionamento dos restaurantes é restrito de segunda a sexta-feira, até as 18h. Os bares estão suspensos e a venda de bebidas alcoólicas é proibida nas lojas de conveniência, durante a semana, fora do horário das 12h às 18h e, a qualquer horário, nos finais de semana e feriados.