Atacante busca novas marcas na 3ª temporada pelo Flamengo

A saudade era grande, por isso Gabriel Barbosa pediu para antecipar seu retorno e iniciará, neste sábado, sua terceira temporada pelo Flamengo. A camisa 9 será a novidade da equipe de Maurício Souza para o jogo contra o Boavista, às 21h05, no Estádio Elcyr Resende de Mendonça, inaugurando mais um ano que promete ser histórico para o goleador e para o clube.

Além dos sete títulos conquistados desde que chegou a Ninho do Urubu, em janeiro de 2019, Gabigol coleciona artilharia, prêmios e marcas individuais.

A COISA! levantou as principais figuras e conquistas do ídolo da nação. Ver abaixo:

EM BUSCA DO 20º ESTÁDIO ‘CARIMBADO’!

O confronto com o Boavista será o primeiro de Gabigol no Elcyr Resende, no Bacaxá. Até agora, o atacante balançou a rede de 19 estádios com Manto. O Maracanã, com 42 gols, é a fase preferida de Gabi. Não poderia ser de outra forma. Somando os três gols que ficou no Maracá na defesa do Santos, Gabigol é o goleador isolado do “Novo Maracanã”, com 45 gols na histórica etapa carioca.

BOAVISTA JÁ SOFREU COM O ARTILADOR?

Entre os 32 times que sofreram os 70 gols de Gabriel pelo Flamengo – 43 em 2019 e 27 em 2020/21 – está o Boavista, que já levou um gol do artilheiro. A maior vítima do atacante rubro-negro é o Grêmio, com cinco. Santos, Atlético, Fortaleza, Fluminense, Goiás e Palmeiras vêm logo atrás, todos com quatro.

COMO É A PONTUAÇÃO DO ARTILADOR?

Os gols de Gabi pelo Flamengo são marcados predominantemente com o pé esquerdo (60) e de dentro da área (65) – incluindo os 14 pênaltis convertidos pelo atacante. Nas temporadas de 2019 e 2020/21, o camisa 9 usou o pé direito seis vezes e a cabeça quatro vezes para chegar às 70 bolas nas redes.

GARÇONETE URUGUAI

Ainda segundo levantamento do LANCE !, o maior garçom de Gabigol no Flamengo é o meio-campista Giorgian De Arrascaeta. O uruguaio deu 11 passes decisivos para o atacante, incluindo um na decisão da Libertadores, contra o River Plate (ARG), em 2019, e outro na 37ª rodada do Brasileirão 2020, contra o Internacional, em jogo que Rubro-Negro assumiu. Liderança.

Principal parceiro de ataque nas duas temporadas pelo Flamengo, o atacante Bruno Henrique está na cola do uruguaio, com 10 assistências.

Artilharia do Flamengo

Campeonato Brasileiro 2019 – 25 gols
Copa Libertadores 2019 – 9 gols
Campeonato Carioca 2020 – 8 gols
Supercopa do Brasil 2020 – 1 gol

Marcas alcançadas com o manto

Artilheiro do “Novo Maracanã” – 45 gols (42 pelo Fla e três pelo Santos)
Artilheiro do Brasileirão em tempo integral com 20 clubes – 25 gols
Artilheiro do Flamengo em uma edição do Brasileirão – 25 gols

Metas a serem cumpridas por Gabigol

Artilharia do Flamengo no Século 21: com 70 gols, Gabriel Barbosa está na segunda posição do ranking, atrás de Renato Abreu, que marcou 73 gols pelo clube entre 2005 e 2007 e 2010 e 2013.

Artilharia do Flamengo na Libertadores: com 11 gols nas edições 2019 e 2020, Gabi é o segundo maior goleador do Flamengo na Libertadores, atrás apenas de Zico, que soma 16 gols na Copa.

Source