BBB 2021 engana “bebebologistas” e se diverte com a nova dinâmica de parede

Um dos motivos do sucesso do “BBB” é a simplicidade de suas regras. O programa possui uma rotina de atividades bem conhecida e uma série de dinâmicas que se repetem todas as semanas. Por isso, a cada ano, mais participantes são verdadeiros experts, os “bebebologistas”, que sabem tudo e prevêem tudo.

Para quebrar a perna desses grandes conhecedores do “BBB”, a gestão do programa precisa trabalhar cada vez mais. E este ano está se superando positivamente. Todas as semanas, há uma grande notícia na formação da parede.

Com exceção da indicação do líder, sagrado, todas as outras dinâmicas estão sendo modificadas.

A desta semana foi a invenção de uma disputa “malvada”, entre dois perdedores na prova de liderança escolhida pelos dois melhores colocados. O Caio escolheu a Camila e o Arthur, claro, mandou o Fiuk. O que quer que saísse pior iria direto para a parede. Este acabou sendo o destino do cantor.

Na semana passada, além de Gil, indicado pelo dirigente, a formação do muro teve um tradicional turno de votação no confessionário. O mais votado, Rodolffo, abriu votação aberta, que terminou com a indicação de Caio. Este tinha o direito de acrescentar mais um participante – e indicou Juliette (que se salvou no colo).

Uma semana antes disso, houve uma votação aberta, que levou Sarah contra a parede. Ela e Juliette, indicadas pelo líder, tinham o direito de escolher outro participante para a parede. Juliette puxou Rodolffo e Sarah puxou Thaís (esta última se salvou no colo).

Com essa política, a gestão do programa conseguiu tirar os participantes da rotina. Eles já sabem que toda semana uma surpresa os espera, o que é ótimo.

Source