Brasil encontra nova variante do vírus combinando 18 mutações

ANCARA

Cientistas no Brasil descobriram uma nova variante do coronavírus que combina 18 mutações, esfregando sal na ferida do epicentro sul-americano.

A nova cepa da cidade de Belo Horizonte “tem características em comum com as variantes que já circulavam no Brasil, mas também tem novas características”, disse o virologista Renato Santana, da Universidade Federal de Minas Gerais, ao jornal local G1 nesta quarta-feira.

“É como se essas variantes estivessem evoluindo”, disse Santana, acrescentando que a nova variante inclui os mesmos genes modificados pela brasileira Manaus, conhecidos como P1, variante britânica e sul-africana.

Observando que é cedo para avaliar se a nova cepa é mais transmissível ou letal, ele disse que ela possui mutações em comum com variantes que já estão associadas a um maior risco de morte.

A nova super variante ganhou as manchetes em um momento crítico quando o Brasil registrou o recorde de mortes por COVID-19 em um único dia, com mais de 4.000.

O marco sombrio aponta para um avanço descontrolado do vírus no Brasil, que responde por um quarto das mortes diárias relacionadas ao vírus no mundo, embora seja responsável por apenas 2,7% da população global.

O site da Agência Anadolu contém apenas uma parte das notícias oferecidas aos assinantes do AA News Broadcasting System (HAS), e de forma resumida. Entre em contato conosco para opções de assinatura.

Source