Brasil pode exportar mais soja em março do que em 2020, afirma Anec

As exportações de soja devem ficar muito boas em março, pelo menos como mostram as projeções de embarques da Associação Nacional dos Exportadores de Cereais (Anec). De 14 a 20 de março, a entidade acredita que foram embarcados cerca de 3,4 milhões de toneladas de grãos, a maioria do Porto de Santos (SP). A expectativa é que o país feche o mês com pelo menos a mesma quantidade vendida em março de 2020.

A Anec baseia seus dados na previsão de embarques nos portos e, por isso, os números variam semanalmente, já que a programação não é a confirmação do embarque. Para evitar ruídos, a entidade agora prevê que o mês de março deste ano possa fechar com um total de embarques entre 13,3 milhões de toneladas e 16,1 milhões de toneladas.

“O line-up prevê 16.186.195 toneladas de soja para março. Mas é importante ressaltar que a Anec está considerando a possibilidade de uma carga menor ”, afirma.

Se isso se confirmar, o país poderá vender, pelo menos, a mesma quantidade de soja que exportou em março de 2020, ou seja, 13,3 milhões de toneladas.

A Anec também projeta embarques de 1,398 milhão de toneladas de farelo, ante 1,550 milhão de toneladas da previsão do levantamento anterior.

Total no ano

Considerando os limites inferior e superior de março e os valores já confirmados para janeiro e fevereiro, a Anec acredita que o Brasil encerrará o primeiro trimestre com um volume de exportações entre 18,8 milhões de toneladas e 21,7 milhões de toneladas.

O primeiro trimestre de 2020 foi muito bom para as exportações de grãos de soja. Naquele ano, o Brasil fechou com um total de 21,5 milhões de toneladas, um recorde para o período.

Leia mais notícias de soja

Source