#Check: Vídeo mostrando uma mulher idosa sendo vacinada contra Covid-19 é dezembro, não outubro


Circula nas redes sociais que Margaret Keenan, uma britânica de 90 anos, indicada em relatórios como a primeira pessoa no Reino Unido a receber uma dose da vacina Covid-19 desenvolvida pela Pfizer, não teria sido vacinada. De acordo com a publicação, o vídeo teria sido gravado em outubro e publicado pela CNN International. Através deprojeto de verificação de notícias, Os usuários do Facebook solicitaram a análise desse material. Confira abaixo o trabalho de verificação do Lupa:

“A primeira mulher a receber a vacina corona ontem (8 de dezembro de 2020) também foi filmada recebendo uma injeção em 22 de outubro de 2020. A mesma roupa, a mesma enfermeira, a mesma sala, a mesma cadeira e o mesmo ângulo de câmera”
Texto publicado no Facebook que, até as 18h do dia 11 de dezembro de 2020, foi compartilhado por 85 pessoas

FALSO

As informações analisadas por Lupa isto é falso. Ao contrário do que a mensagem sugere, os vídeos que estão no topo dos relatórios do site da CNN não são necessariamente do mesmo período em que o texto foi publicado. Na verdade, abaixo do título, há uma galeria de vídeos considerados relevantes para quem lê a reportagem, que é atualizada automaticamente. Ou seja, o fato de o vídeo aparecer em uma história antiga não significa que também seja antigo.

O vídeo citado no artigo de desinformação mostra Margaret Keenan, a primeira pessoa a receber uma dose da vacina Pfizer contra Covid-19 depois de ter sido aprovada para uso pelas autoridades do Reino Unido, em 8 de dezembro. Foi incluído nesta galeria na mesma data. No entanto, por causa da atualização automática, a gravação aparece em histórias antigas sobre o novo coronavírus – como nesta história de 22 de abril, por exemplo. É possível perceber, por exemplo, que o número de mortes por Covid-19 nos Estados Unidos na data do vídeo, 285.190, aparece no canto esquerdo do vídeo. Em 22 de abril, apenas 37.602 mortes foram confirmadas no país.

A Lupa fez uma busca reversa com o quadro publicado na peça de desinformação em Imagens do google e em TinEye. Em ambas as plataformas, a correspondência com a imagem foi publicada no dia 8 ou mais tarde.

Peças de desinformação semelhantes a esta circularam pelo mundo e foram verificadas por AAP, Droga, Politifact. No Brasil AFP e Os fatos também verificou esse conteúdo.

Nota: ‌ Este‌‌Relatório‌‌‌‌‌‌‌‌‌‌‌‌‌‌‌‌‌‌‌project‌ ‌de‌ ‌verification‌ ‌de‌ ‌news‌‌ ‌Não‌ ‌Facebook.‌ ‌ Dúvidas‌ sobre‌ ‌o‌ ‌projeto? ‌ ‌Enter‌ ‌em‌ ‌contact‌ ‌direct‌ ‌com‌ ‌o‌ ‌‌Facebook.

Editado por: Chico Marés