Chutes de fora abrem caminho para a liderança de São Paulo – 03/12/2020


A vitória sobre o Goiás (3 a 0), na Serrinha, em jogo da primeira rodada, que seria disputado no dia 9 de agosto, levou o São Paulo à liderança do Campeonato Brasileiro, dois pontos à frente do Atlético Mineiro, que tem um jogo mais, e abrindo cinco em relação ao Flamengo, com o mesmo número de partidas disputadas. Os chutes de meia distância marcaram os ataques da equipe no primeiro tempo, serviram para abrir o placar e o caminho para o triunfo.

O São Paulo dominou completamente o Goiás nos primeiros 45 minutos, a ponto de o time Esmeralda acertar o alvo, segundo estatísticas do SofaScore. Os tricolores ocuparam o campo ofensivo, cercaram a área rival e assumiram a liderança na finalização com Ígor Gomes. O chute veio de fora da área, como outros cinco dos oito lançados pelo time paulista antes do intervalo.

O gol que abriu o placar aos 20 minutos refletiu a presença ofensiva do São Paulo e o medo da equipe goiana, que lotou a área com vários jogadores e deu grande espaço para a finalização. Confusa, a lanterna do campeonato só não conseguiu marcar mais gols na fase inicial porque o domínio da equipe de Fernando Diniz foi territorial, mas sem tantas grandes chances criadas.

Glauber Ramos imediatamente fez quatro mudanças no retorno da equipe para o segundo tempo, mas não deu nem tempo para mudar o cenário. O Brenner prolongou-se para quatro minutos, apenas a empurrar para a baliza depois de um passe de Sara, que Luciano recebeu da esquerda. A posição do artilheiro era claramente legal, mas o árbitro perdeu algum tempo com uma verificação mais longa do que o necessário.

Logo o São-Paulino teve uma vantagem segura o suficiente para administrar o placar e evitar riscos. O Goiás até conseguiu desenvolver algumas jogadas, mas a desvantagem de dois gols no placar inibiu uma mera tentativa de reação. Hernanes, que deixou o banco em uma mudança coletiva feita por Diniz, expandiu em uma boa jogada coletiva. Dos nove pontos a disputar em partidas adiadas, o São Paulo soma quatro em dois jogos.