Com Biden, Brasil espera revisão das probabilidades do aço


[uam_ad id=”317182″]

RIO DE JANEIRO, BRASIL – O plano do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, de investir US $ 2,3 trilhões em infraestrutura, anunciado na semana passada, elevou a expectativa da siderurgia brasileira de que Washington reveja as cotas que limitam o ingresso de aço doméstico, imposto pela administração de Donald Trump.

Marco Polo de Mello Lopes, presidente do Instituto Aço Brasil, representando as siderúrgicas brasileiras, observa que a base para um programa de infraestrutura é o aço “, mas a siderurgia americana não é autossuficiente em matéria-prima e precisará importar muito mais aço semi-acabado.

De. . .

Para ler as NOTÍCIAS completas e muito mais, inscreva-se em nosso plano de assinatura premium. Já inscrevi? Entre aqui

Source