Covid-19: Moderna fornecerá até 125 milhões de doses de sua vacina no primeiro trimestre de 2021


A Moderna planeja disponibilizar entre 100 e 125 milhões de doses de sua vacina contra o covid-19 no primeiro trimestre de 2021, a grande maioria para os Estados Unidos, anunciou a empresa americana de biotecnologia em comunicado nesta quinta-feira (3).

Entre 85 milhões e 100 milhões de doses serão reservadas para os Estados Unidos e entre 15 e 25 milhões para o resto do mundo, observou o laboratório. A empresa informou ainda que 20 milhões de doses estarão disponíveis nos Estados Unidos até o final deste ano.

Consulte Mais informação:Senado confirma liberação de quase R $ 2 bilhões para vacina Oxford

A Moderna vem preparando a cadeia de abastecimento junto com a administração de Donald Trump há meses, para garantir a distribuição da vacina assim que a agência reguladora de medicamentos americana (FDA) a aprovar. Para os demais países, a produção será feita na Suíça, nas fábricas do grupo Lonza.

Outras vacinas

As autoridades americanas planejam distribuir um total de 40 milhões de doses até o final do ano no país, incluindo as produzidas pela parceria entre as empresas Pfizer e BioNTech.

Isso significa que cerca de 20 milhões de pessoas seriam vacinadas até o final de 2020, já que o produto é administrado em duas doses.

Veja também: A vacina vai ditar o ritmo de recuperação econômica dos países, dizem especialistas

Moderna solicitou autorização do FDA e do comitê consultivo da agência, que estão revisando todos os dados dos ensaios clínicos e se reunirão para discutir os resultados em 17 de dezembro. Espera-se permissão para distribuir a vacina logo em seguida.

A reunião da FDA para revisar a vacina Pfizer-BioNtech, que foi aprovada na quarta-feira no Reino Unido, acontecerá no dia 10 de dezembro.