Crise de saúde do país retarda voos com suprimentos de vacinas, afirma Fiocruz

As dificuldades de importação de reagentes e insumos no Brasil fizeram a Fiocruz “virar o alerta amarelo” em relação à fabricação nacional da vacina Oxford / AstraZeneca contra Covid-19. Segundo Maurício Zuma, diretor da Bio-Manguinhos – unidade da Fiocruz que produz o imunizante -, a crise de saúde no país fez com que companhias aéreas estrangeiras negassem voos para o Brasil. As informações são da Uol.

Segundo Zuma, os registros de mortes e novas cepas da doença são os motivos da resistência das empresas internacionais em enviar voos. Por isso, a produção de imunizantes da Fiocruz contra o covid-19 está em risco, já que os materiais importados são considerados fundamentais para a linha de produção.

O diretor de Bio-Manguinhos destaca ainda que a alta demanda por esses insumos no mercado internacional é outro entrave enfrentado hoje para a aquisição.

Em nota ao Uol, a Fiocruz admitiu dificuldades com transporte internacional e citou outros motivos para o cancelamento de voos. “As companhias aéreas têm malha reduzida e enfrentam problemas constantes de falta de tripulação. Esse cenário gera aumento nos prazos de recebimento de cargas, com atrasos e reprogramação de voos. Os horários de embarque são postergados, os voos são cancelados ou há falta de espaço para a carga de nossas aeronaves ”, diz o comunicado.

Veja também

+ Helena Rizzo, de Maní, é a nova jurada do MasterChef Brasil

+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH

+ Chef brasileiro tem fotos íntimas vazadas após estréia em reality show
+ Vídeo: passo a passo como fazer ovo de Páscoa

+ Juju Salimeni posa de topless para uma nova sessão e ganha elogios: “Perfeição”

+ 5 benefícios do jejum intermitente, além de perder peso
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável de cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado em MA com restos mortais de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são pegos em expedições de fotógrafos em MS

Source