‘Era tranquilo, exemplar, respeitoso’, diz o pai de uma menina de 13 anos falecida em Bom Princípio | Rio Grande do Sul

O pai de Jordana Tamires, 13, Gelson Jair Watthier, não aceita a morte da filha. Ela foi encontrada morta às margens da ERS-122, em Bom Princípio, no Vale do Caí, no último domingo (4). Segundo a polícia, Jordana tinha marcas de enforcamento e violência sexual.

“Nunca esperávamos tal coisa, não tem explicação, não acredito. Foi tranquilo, exemplar, respeitoso”, diz.

O suspeito do crime é o padrasto da vítima, de 39 anos, que namorava a mãe de Jordana há cerca de um ano. Ainda não foi localizado. Segundo o delegado responsável pelo caso, Marcos Eduardo Pepe, o homem tem ficha criminal por estupro.

“Ele tem três antecedentes criminais por crime de estupro, incluindo envolvendo um menor de 14 e um de 15 anos. Os familiares teriam contado aos policiais rodoviários que o viram sequestrar, sequestrando-a em algum momento”, ele diz.

De acordo com a 1ª Vara da Justiça de São Sebastião do Caí, o homem possui duas condenações, uma por estupro e outra por furto.

Jordana Tamires, 13 anos – Foto: Arquivo pessoal

O carro do suspeito foi encontrado próximo à Rodoviária de Montenegro, uma cidade vizinha.

“Durante a investigação do corpo, o BM foi informado que o veículo do suspeito teria sido abandonado e que havia chaves do veículo, o telemóvel do suspeito, que foram encontradas e apreendidas. Vamos levantar as câmaras. [de monitoramento], mas com a hipótese de [o suspeito] ter saído da rodoviária local para pegar um ônibus para algum lugar “, destaca Pepe.

A mãe de Jordana deve ser ouvida nesta segunda-feira (5). No domingo, ela deu entrada no hospital e não teria condições psicológicas para prestar depoimento, segundo o delegado.

Local onde foi encontrado o corpo da vítima, em Bom Princípio – Foto: PC / Divulgação

Para a prima de Jordana, Scharline Watthier, é difícil imaginar a família sem a jovem. Ela se lembra, com emoção, das últimas férias que passou com a garota.

“Fomos pescar, tomamos sorvete, assistimos um filme juntas, brincamos muito. Ela foi muito simpática, querida, sempre simpática. Uma grande perda para a família”, conta.

“Justiça. Só que a justiça já o deixou, ele já era um estuprador. [Quero] apodrecer na prisão. É revoltante, não adianta ”, diz.

VÍDEOS: Veja outros vídeos do Jornal do Manhã

Source