Estradas e edifícios ‘derretem’ com o aquecimento global

Crédito, Guy Doré

Legenda da foto,

Fenda de estrada no Canadá, observada pelo pesquisador Guy Doré

No alto das montanhas da China, uma estrada solitária leva ao Tibete. Cobrindo mais de mil quilômetros, a rodovia Qinghai-Tibet transportava 85% de todas as mercadorias que entravam e saíam da região.

Mas foi construído em areia movediça. Ou melhor, solo derretido. O permafrost (a camada perene de gelo) abaixo da rodovia está derretendo, fazendo com que o terreno afunde.

Isso, por sua vez, dobra e distorce a própria estrada. Algumas seções da rodovia agora são marcadas por grandes rachaduras.

Em outros lugares, a superfície da estrada tornou-se ondulada e irregular, deformando-se à medida que o solo abaixo afunda.

Source