Festas e eventos de final de ano serão proibidos no Ceará; horário comercial será ampliado | Coronavírus em Fortaleza, Ceará e Mundo


A notícia do decreto especial no Ceará foi divulgada pelo governador Camilo Santana (Foto: Bárbara Moira)

Entre 15 de dezembro e 4 de janeiro, estará em vigor em Ceará 1 decreto especial para Natal e ano novo, a fim de evitar a propagação de Covid-19 nas festas final do ano, em um momento em que a transmissão da doença aumentou no Estado. Documento, que será publicado ainda nesta sexta-feira, 11, amplia o cronograma operativo comércio para evitar aglomerações e oferecer mais opções ao público. Festas e eventos sociais e corporativos são proibidos durante a vigência do decreto.

LEIA MAIS | Covid-19: Ceará registra aumento de 54,7% no número de óbitos

“O objetivo é impedir a propagação do vírus, até termos a vacina, cuja aquisição estamos nos esforçando para conseguir o mais rápido possível”, anunciou o governador Camilo Santana. De acordo com o chefe do Executivo Estadual, o planejamento foi feito respeitando as normas de saúde e “buscando preservar a economia e o emprego o máximo possível”.

A decisão foi anunciada após reunião do Comitê que delibera sobre os decretos relativos à pandemia no Estado. O atual decreto de isolamento social continuará da mesma forma e se estenderá por mais uma semana sem alterações.