Jovens cruzam fronteira com o Uruguai para a vacina Covid-19: ‘No Brasil, demoraria muito’


[uam_ad id=”317182″]

RIO DE JANEIRO, BRASIL – (BBC Brasil) Filho de uruguaia, Abdel é um exemplo de ‘dobleplate’, como são chamados na região os brasileiros de ascendência uruguaia com dupla nacionalidade.

Assim como ele, brasileiros maiores de 18 anos e cidadãos uruguaios podem se imunizar contra o novo coronavírus no país vizinho – não é necessário ser profissional de saúde ou fazer parte de qualquer outro grupo prioritário.

“Foi fascinante, uma surpresa muito boa. Não esperava ser vacinado tão rápido porque estava esperando no Brasil, onde demoraria um …

Para ler as NOTÍCIAS completas e muito mais, inscreva-se em nosso plano de assinatura premium. Já inscrevi? Entre aqui

Artigo anteriorCom Biden, Brasil espera revisão das probabilidades do aço

Notícias da América Latina são informações de agências de notícias de todo o mundo. Essas informações são coletadas, verificadas e processadas em nossa redação.

Source