Laboratório brasileiro DASA vai adquirir Grupo Leforte por mais de $ 343 milhões: arquivamento


BRASÍLIA (Reuters) – O grupo brasileiro de laboratórios e hospitais DASA SA disse nesta quinta-feira que assinou um acordo para adquirir a empresa de hospitais e clínicas do Grupo Leforte por 1,77 bilhão de reais (US $ 343,6 milhões).

A diretoria da DASA aprovou a compra, por meio de sua subsidiária integral Impar Serviços Hospitalares SA, de 100% da Biodinamo, que controla os serviços hospitalares, ambulatoriais, clínicos e diagnósticos do Grupo Leforte.

A DASA disse em um documento de ações que a adição de três hospitais e cinco clínicas à sua rede, dependendo da aprovação do regulador antitruste, transformará a empresa com sede em São Paulo na segunda maior rede de hospitais independentes do Brasil.

“Com esta aquisição, ampliamos nossa capilaridade na maior região metropolitana do país com excelentes centros médicos de alta complexidade”, disse o presidente da DASA, Pedro Bueno.

A empresa disse que sua estrutura acionária não será alterada e que a administração das duas empresas continuará separada até que o CADE aprove o acordo.

Com uma receita combinada de 9 bilhões de reais, em números de 2019, a fusão criará um grupo de mais de 40 mil funcionários.

A DASA concordou em setembro em realizar ensaios clínicos de Fase 2 e 3 no Brasil para uma vacina COVID-19 desenvolvida pela COVAXX, uma unidade da United Biomedical Inc. de propriedade privada dos Estados Unidos

Reportagem de Anthony Boadle, edição de Chris Reese e Sherry Jacob-Phillips

.