MEC determina retorno face a face em universidades federais – Notícias



O MEC (Ministério da Educação) determinou o retorno às aulas presenciais para as atividades de ensino desenvolvidas pelas instituições de ensino superior integrantes da rede federal de ensino.

As aulas do ensino fundamental ao superior foram transferidas para a sala virtual por conta de nova pandemia de coronavírus, o que obrigou alunos e professores a embarcar no ensino a distância.

Consulte Mais informação: Pediatras assinam manifesto pelo retorno às aulas presenciais

A decisão aparece no DOU (Diário Oficial da União) nesta quarta-feira (2) e é assinada pelo ministro Milton Ribeiro. A portaria entra em vigor em 4 de janeiro de 2021.

De acordo com o texto, os recursos e tecnologias para aulas virtuais e a distância devem ser utilizados de forma complementar, em “caráter excepcional, para custear horas de atividades pedagógicas, em cumprimento às medidas de enfrentamento à pandemia covid-19 estabelecido no protocolo de biossegurança também instituído pelo MEC “.

A portaria também define como responsabilidade das instituições a escolha dos componentes curriculares que utilizarão os recursos educacionais digitais, disponibilizar recursos aos alunos que desejam acompanhar as atividades presenciais oferecidas em sala de aula, além da realização de avaliações.

Serão consideradas exceções a prática de estágios ou aulas que requeiram presença em laboratório, de acordo com as diretrizes curriculares nacionais, aprovadas pelo CNE (Conselho Nacional de Educação). É vedada a aplicação de excepcionalidade aos cursos não disciplinados pela CNE.

.