Ministério Público envia carta ao governo de SP e a volta do futebol se aproxima

O Ministério Público aprovou a notícia no protocolo da Federação Paulista de Futebol e encaminhou carta ao Governo do Estado de São Paulo recomendando a retomada da disputa esportiva em SP. Caberá ao governador João Dória decidir se vai derrubar a restrição à realização de jogos, que dura quase um mês.

Está marcada para esta sexta-feira uma coletiva de imprensa, onde Dória deve comentar a nova recomendação do deputado. O político tem seguido as orientações da agência e, se confirmar essa tendência, resta saber se a retomada será imediata ou apenas a partir do dia 11 de fevereiro, domingo, data marcada para o fim da fase emergencial.

A FPF ainda não se pronunciou oficialmente sobre o assunto, mas o elenco do Corinthians já trabalhava esta semana com a chance de voltar a disputar a competição estadual no dia 12 de abril contra a Ferroviária, em Araraquara.

Assim, o próximo jogo preto e branco não deve ser mais contra o Ituano, no Neo Química Arena, como estava programado inicialmente. A equipe de Vagner Mancini lidera a classificação geral do Paulistão com 11 pontos somados – no Grupo A, o Corinthians está cinco pontos acima do Santo André, segundo colocado.

Na última vez que esteve em campo, o Timão não conseguiu se sair bem e só ficou no empate por 1 a 1 com o Retrô, do Pernambuco, garantindo a classificação para a terceira fase da Copa do Brasil apenas nos pênaltis.

Veja a nota oficial do MP

Na quinta-feira (04/08), o procurador-geral da República Mário Sarrubbo encaminhou carta ao governador João Doria, informando sobre a manifestação do coordenador do Grupo de Trabalho Contra o Enfrentamento da Covid-9 do MPSP sobre o protocolo de retomada. atividades futebolísticas da série A1 do Campeonato Paulista, apresentada pela Federação Paulista de Futebol. Sarrubbo destacou que este foi “um avanço positivo no contexto que foi revelado quando da edição do Decreto de 11 de março”, que estabeleceu a fase de emergência em todo o estado.

O novo protocolo da FPF, discutido com representantes da Procuradoria-Geral da República e do grupo de trabalho, é “um produto do diálogo estabelecido entre esta instituição e a Federação Paulista de Futebol, em diversos encontros realizados nas últimas semanas”.

Veja mais em: Campeonato Paulista e pandemia de coronavírus.

Source