Ofertas de ações de preços Hapvida e Alupar; IRB, Oi, Petrobras, Lojas Americanas e mais novidades no radar

(Rmcarvalho / Getty Images)

SÃO PAULO – A notícia corporativa desta quinta-feira (22), na volta do feriado, destaca a precificação da oferta de ações da Hapvida, dados do IRB do primeiro bimestre de 2021, a repercussão da compra de 70% das ações do Grupo Uni.co por Lojas Americanas, entre outros.

Os investidores também devem refletir a performance dos ADRs no feriado (veja mais clicando aqui).

Confira mais destaques abaixo:

O Hapvida precificou as ações nesta terça-feira com esforços restritos a R $ 15 por papel, segundo fato relevante da companhia à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), em uma operação que movimentou R $ 2,7 bilhões.

O preço representa um deságio de 1,8% em relação ao fechamento da ação na terça-feira, de R $ 15,28.

Na sequência, que teve como coordenadores BTG Pactual, Bank of America, Itaú BBA, XP, Credit Suisse e Citi, houve uma colocação primária de 135 milhões de novas ações e uma colocação secundária de 45 milhões de ações, incluindo ações adicionais.

Após a oferta, o capital social do Hapvida passou para R $ 7,85 bilhões, dividido em 3.849.929.530 ações.

O produto líquido da oferta primária será investido na estrutura atual da empresa e nas empresas recém-adquiridas e / ou no processo de fusões / aquisições, bem como no financiamento de potenciais fusões e / ou aquisições futuras.

A Alupar, que atua nos segmentos de transmissão e geração de energia elétrica, precificou nesta terça-feira uma oferta secundária de unidades com esforços restritos a R $ 25,50 cada, conforme fato relevante divulgado pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

O fundo de investimentos do Fundo Garantidor de Serviços (FGTS) vendeu sua participação de 12% na empresa e captou 896,7 milhões de reais na operação.

Lojas Americanas (LAME4)

Lojas Americanas anunciou nesta terça-feira a compra de 70% das ações do Grupo Uni.co, dono das marcas Puket, Imaginarium, MinD e Lovebrands. A aquisição foi feita através da subsidiária IF Capital e prevê a compra dos restantes 30% do capital da empresa no prazo de três anos. O valor da transação não foi revelado.

Com a aquisição, a meta da Lojas Americanas é aumentar sua presença em segmentos de maior frequência de compras, como moda, acessórios, presentes e design.

O Grupo Uni.co atua no varejo físico e virtual por meio de uma estratégia omnicanal, integrando canais físicos e digitais. Atualmente, são 440 franquias das marcas da empresa, especializadas no design divertido, que inclui itens de decoração e roupas com design criativo.

Na avaliação da XP, a transação é positiva para a Americanas, pois garante a entrada em novas categorias (Puket com moda infantil e Imaginarium com brindes). Além disso, analistas destacaram a experiência da Uni.co em criação, que “pode ​​alavancar o desenvolvimento das marcas próprias da Americanas”. No entanto, eles enfatizam que a operação ficará mais complexa. Descubra mais clicando aqui.

A Gerdau informou que retomará as operações de produção de aço na unidade de Araucária (PR) no segundo semestre deste ano, refletindo o cenário positivo para a demanda por aço no Brasil, principalmente nos setores de construção civil, infraestrutura e indústria. O investimento para a retomada das atividades da fábrica é da ordem de R $ 55 milhões.

Com capacidade de produção anual de 420 mil toneladas de aço bruto, a unidade, hibernada desde 2014, terá suas atividades gradativamente retomadas, com volumes ajustados de acordo com a evolução do mercado nacional. Com isso, serão gerados cerca de 300 novos empregos diretos e indiretos.

“Estamos otimistas com as boas perspectivas apresentadas para o mercado interno. Com a retomada da produção, a empresa pretende continuar atendendo ao aumento da demanda por aços longos no Brasil, bem como otimizar o fornecimento de produtos aos clientes de todo o país em associação com as capacidades existentes ”, afirma Marcos Faraco, vice-presidente Gerdau.

A Oi, atualmente em recuperação judicial, propôs aos acionistas duas reorganizações em sua estrutura societária necessárias à execução do plano de recuperação. A empresa quer autorização para incorporar a Telemar, que atualmente detém licenças de telefonia fixa e multimídia com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), e para desmembrar e incorporar parte da Brasil Telecom Comunicação Multimídia (BTCM).

Segundo a Oi, as movimentações são necessárias para cumprir o plano de recuperação judicial da tele. Depois de um aditivo feito no ano passado, o plano prevê a divisão da Oi com a venda de parte de seus ativos, e que a empresa permanecerá como sócia da InfraCo, unidade de fibra óptica. Parte das outras verticais, como Oi Móvel, já foi vendida.

Na incorporação da Telemar, a Oi propõe a extinção das ações ordinárias e preferenciais da companhia, mas uma parcela de 30.595.616 ações preferenciais classe A será substituída por 644.019.090 ações ordinárias da Oi, que serão emitidas especialmente para esse fim e mantidas em tesouraria. Segundo a Oi, esta emissão não alterará seu capital social, pois o patrimônio da Telemar já se encontra em seu balanço.

A Oi terá de emitir os novos papéis porque as ações em questão da Telemar estão comprometidas a favor da portuguesa Pharol. São a garantia do cumprimento de uma obrigação que a Oi contratou após o recebimento de um aporte de ativos da Pharol em 2014. Com isso, as novas ações da Oi servirão também de garantia à Pharol.

Essa incorporação, porém, depende da transferência para a Oi, pela Anatel, de licenças para operação de telefonia fixa e conexão multimídia, que hoje estão registradas em nome da Telemar. Caso a incorporação seja aprovada antes da transferência, a dissolução da Telemar ocorrerá após a troca da titularidade das licenças.

O IRB (IRBR3) teve lucro líquido de R $ 20,8 milhões em fevereiro de 2021 ante lucro líquido de fevereiro de 2020 de R $ 700 mil, conforme relatório mensal enviado à Superintendência de Seguros Privados (Susep).

No bimestre, acumulou lucro líquido de R $ 38,8 milhões ante prejuízo líquido no mesmo período de 2020 de R $ 131,3 milhões.

A resseguradora registrou prêmio emitido de R $ 528,6 milhões em fevereiro de 2021, redução de 12,3% em relação a fevereiro de 2020, sendo R $ 255,8 milhões no Brasil e R $ 272,7 milhões no exterior. Com redução de 5,4% no Brasil em relação a fevereiro de 2020 e redução de 17,9% no exterior no mesmo conceito.

No bimestre, o prêmio emitido atingiu R $ 1,342 bilhão, aumento de 9,2% em relação ao mesmo período de 2020, sendo R $ 719,7 milhões no Brasil e R $ 622,5 milhões no exterior, crescimento de 46,7 % e redução de 15,7%, respectivamente, em relação ao mesmo período de 2020.

De acordo com o IRB, a redução no exterior está em linha com a estratégia de re-subscrição amplamente divulgada pela empresa.

Veja mais clicando aqui.

A Petrobras comunicou na noite desta terça-feira os termos do negócio firmado com o Sindicato em relação à indenização que será paga à estatal pelos contratos de partilha do pré-sal nos campos de Atapu e Sépia.

Essa compensação refere-se a investimentos realizados pela estatal para exploração dos dois campos.

Pelo acordo firmado entre a Petrobras e a Pré-Sal Petróleo (PPSA, empresa vinculada ao Ministério de Minas e Energia), assinado em 9 de abril, a compensação antes dos impostos é de US $ 3,253 bilhões para o Campo de Atapu e US $ 3,200 bilhões para o campo Sépia.

Esse valor pode ser complementado anualmente, entre 2022 e 2032, caso o preço do petróleo do tipo Brent atinja a média anual de mais de US $ 40 por barril até o limite de US $ 70 por barril.

Propriedades Comerciais da Cyrela (CCPR3)

A Cyrela Commercial Properties (CCP) anunciou a assinatura de um memorando de entendimento (MOU) não vinculante com a XP Vista Asset Management, que consiste na venda de participação em três shopping centers por R $ 265 milhões.

De acordo com o memorando, esses ativos serão transferidos, direta ou indiretamente, para o XP Vista Asset. A transação envolve 31,59% do Shopping D e 7% do Shopping Cidade de São Paulo, ambos na capital paulista, e 40% do Shopping Estação BH, em Belo Horizonte (MG).

A operação está sujeita a determinadas condições, tais como a aprovação do poder público e a realização, pela XP, de diligências jurídicas, contabilísticas e financeiras dos bens e das partes envolvidas.

O memorando também prevê que por um período de 90 dias, renováveis ​​por mais 30 dias, a Cyrela se compromete a negociar com exclusividade com a XP as transações envolvendo esses três shoppings.

A Helbor registrou vendas líquidas de R $ 321,7 milhões no primeiro trimestre do ano, de acordo com prévia operacional divulgada na noite desta terça-feira. Esse número representa uma queda de 8,4% em relação ao mesmo período de 2020.

As vendas de lançamentos totalizaram R $ 124,6 milhões entre janeiro e março e referem-se a apenas um empreendimento (Helbor Patteo Klabin).

A construtora Eztec anunciou o lançamento do Dream View Sky Resort, localizado na Zona Leste de São Paulo. O empreendimento terá 420 unidades de padrão médio, com VGV de R $ 252,7 milhões.

VGV é o valor potencial de vendas de todas as unidades de um determinado projeto.

A J&F Investimentos anunciou nesta terça-feira que Aguinaldo Gomes Ramos Filho é o novo presidente da holding que controla os frigoríficos JBS e Eldorado Brasil Celulose, entre outros negócios. O executivo substitui José Antônio Batista Costa, que estava no cargo desde fevereiro de 2017.

Ramos Filho ocupou a presidência de Eldorado por três anos, até fevereiro de 2021. O executivo também presidiu as operações da JBS Paraguai e da JBS Uruguai. Além disso, é membro do Conselho de Administração da JBS.

Batista da Costa é neto do fundador do grupo, José Batista Sobrinho, e acumulou a presidência da J&F com a do PicPay, carteira digital do Banco Original, que também pertence ao grupo.

A J&F registrou receita líquida de R $ 276 bilhões em 2020 e tinha 264 mil funcionários.

Pacaembu

A incorporadora Pacaembu, especializada em empreendimentos residenciais populares, divulgou sua prévia operacional para o primeiro trimestre do ano. Nesse período, a empresa lançou oito empreendimentos, totalizando 1.493 unidades. Entre janeiro e março de 2020, foram quatro lançamentos (213 unidades).

Esses lançamentos representam VGV de R $ 214,2 milhões, dez vezes (913,4%) o valor registrado no primeiro trimestre do ano passado. O VGV é o VGV de todas as unidades dos empreendimentos lançados.

A receita líquida atingiu R $ 113 milhões, queda de 17,1% em relação ao mesmo período de 2020. A empresa possui 1.357 unidades em estoque, o equivalente a R $ 194,3 milhões. A maior parte desse estoque (99,4%) é composta por unidades em construção.

A Braskem prestou esclarecimentos sobre a alienação da participação da Novonor (nova denominação da Odebrecht) na empresa. A construtora, em recuperação judicial, detém 50,1% do capital da petroquímica. O posicionamento ocorre após a reportagem do jornal O estado de são paulo relatar o interesse do fundo Mubadala na operação.

A venda da participação da Novanor foi anunciada em agosto de 2020. Segundo a Braskem, a Novanor informou que ainda não há “discussões específicas ou avançadas com nenhum investidor em particular”.

Aegea

A empresa de saneamento Aegea anunciou a liquidação de sua 7ª emissão de debêntures simples não conversíveis em ações.

A operação tem prazo de seis anos e movimentou R $ 400 milhões. Os recursos, segundo a empresa, serão usados ​​para fazer investimentos e aumentar o caixa.

A Vamos, locadora de caminhões, informou que o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou a compra de Máquinas e Implementos Agrícolas Monarch, anunciada no dia 18 de março.

Monarca é uma rede de 15 concessionárias da marca Valtra com presença em Mato Grosso.

Aprenda a ganhar dinheiro prevendo os movimentos dos principais jogadores. Na série Follow the Money, Wilson Neto, analista de investimentos da Clear, explica como funcionam as operações rápidas.

Source