Omertà: Ordem da Justiça para fechamento do Cabo Pantanal e novos mandados são executados


Na manhã desta quarta-feira (2), equipes da Polícia Civil estão executando mandados na casa do deputado Jamilson Lopes Nome e na empresa da família, Cap Pantanal. Além da execução de mandados de prisão e busca e apreensão, a nova fase da Operação Omertà é marcada pelo encerramento das atividades da empresa.

Omertà: Ordem da Justiça para fechamento do Cabo Pantanal e novos mandados são executados
(Foto: Marcos Ermínio, Midiamax)

Conforme determinado pelo Midiamax, equipes do Garras (Polícia Especializada para Repressão a Roubos, Assaltos e Sequestros) e Gaeco (Grupo de Ação Especial de Combate ao Crime Organizado) executam mandados de busca e apreensão na casa de Jamilson. O deputado é filho de Jamil Name, alvo da primeira fase da operação, ainda detido na Penitenciária Federal de Mossoró (RN).

Existem vários mandados de busca e apreensão e prisão em andamento. As buscas e apreensões são realizadas na casa do deputado e também na sede do Cap Pantanal, em Itanhangá. As atividades da empresa também serão encerradas e deverão ser lacradas.

Pantanal Cap

Na quarta fase do Omertà, denominado Black Cat, fvárias barracas são seladas, pontos de venda do Cap Pantanal e alguns também de caça do animal. A partir da apreensão de documentos para constituição de provas, teria sido desenvolvida a nova fase da operação, que visa a empresa que comercializa títulos de capitalização.

Omertà: Ordem da Justiça para fechamento do Cabo Pantanal e novos mandados são executados