Os índices de saúde ASM são semelhantes aos do Reino Unido e Alemanha

Avaliar a eficácia de um sistema de saúde não é uma tarefa fácil. Menos ainda em um contexto como o atual, em plena pandemia de Covid-19. No entanto, os indicadores de saúde da Associação Saúde em Movimento (ASM), que está à frente do Hospital Militar de Campo Militar da Polícia Federal e demais unidades de atendimento a pacientes infectados com coronavírus, são bastante positivos, principalmente quando comparados aos outros estados brasileiros – e até mesmo países europeus.

Segundo dados do projeto UTIs Brasileiras da Associação Brasileira de Medicina Intensiva (AMIB), a taxa de mortalidade padronizada de pacientes com a doença internados em hospitais no Brasil, que totaliza 652 unidades hospitalares, é de 1,73. Nos hospitais públicos, o índice chega a 2,18.

Assim, ao adquirir os indicadores do Hospital de Campanha Centro Médico da Polícia Militar e Hospitais Audiências de Brasília, a taxa foi de 1,48, no período de novembro de 2020 a março de 2021 – ou seja, 32% menor.

Segundo o médico e coordenador de terapia intensiva do Hospital de Campanha Centro Médico da Polícia Militar, André Luiz Araújo Branquinho, nesse período foram internados 811 pacientes em Unidade de Terapia Intensiva com suporte ventilatório. Destes, 389 regressaram a casa recuperados, correspondendo a 47,09%. E, 73 pacientes permanecem hospitalizados, com 43% morrendo; com tempo médio de internação de 12 dias.

Um estudo da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) publicado em janeiro no médico The Lancet Respiratory Medicine mostrou que 80% dos intubados em 2020 morreram no Brasil. Na unidade de campanha da capital federal, 73,33% foram intubados com ventilação mecânica, dos quais 60% morreram.

“Por outro lado, nossa taxa de mortalidade para pacientes intubados é semelhante a países como Alemanha e Reino Unido, que têm 53% e 69%, respectivamente, segundo estudo publicado na mesma revista”

enfatiza o médico intensivista André Luiz.

Assistência multiprofissional

A subdiretora da ASM, Maria Charlene de Andrade, destaca a parceria com a Secretaria de Estado de Saúde do Distrito Federal para o atendimento de pacientes com diagnóstico do vírus. Oferecemos serviços integrados de gestão, compreensão: disponibilidade de equipamentos, gestão técnica, assistência multiprofissional, de forma ininterrupta, com manutenção e insumos necessários ao funcionamento dos equipamentos e assistência ao paciente (medicamentos, material médico-hospitalar, alimentação, nutrição).

Profissionais qualificados para promover a assistência aos pacientes do SUS, desenvolver ensino, pesquisa e gestão de novos projetos de forma sustentável, com transparência e excelência

“Trabalhamos na gestão de leitos de doentes com Covid-19, nas unidades do Hospital de Campanha Centro Médico da Polícia Militar, Hospital de Campanha em Ceilândia, Hospital de Campanha em Santa Maria e Hospital de Campanha do Base / DF. Temos o maior número de leitos com suporte dialítico para toda a macrorregião do Distrito Federal ”, enfatiza a diretora.

A Associação Saúde em Movimento é responsável pela gestão da maior oferta de leitos de apoio dialítico para toda a macrorregião do DF. Além do Hospital Médico de Campanha da Polícia Militar, atende pacientes internados nas unidades do Hospital Campanha Ceilândia, Hospital Campanha Santa Maria e Campanha Hospital de Base (DF).

Nas unidades de serviço ASM, eles têm:

Especialidade de assistência:

  • Serviço Social
  • psicologia
  • Terapia de fala
  • Fisioterapia
  • Odontologia
  • Nutrição
  • Laboratório
  • Hemodiálise
  • Enfermeiras

Especialidade clínica:

  • Intensivista
  • Cardiologista
  • Pneumologista
  • Nefrologista
  • Cirurgião geral
  • Infectologista

Os pacientes atendidos no Hospital da Campanha Médico de Campo da Polícia Militar são encaminhados pela Secretaria de Estado da Saúde (DF) via SUS. Entre os diferenciais está o corpo efetivo, que soma até 800 funcionários das áreas assistencial, administrativa e operacional, todos empenhados no atendimento rápido e de qualidade aos pacientes.

Health in Motion Association (ASM)

Site: www.asaudem.org
Mídia social: Instagram, Facebook e Twitter
O email: [email protected]

Source