PMs lutam no centro de SP; policial apontou arma para o rosto do colega – 12/04/2020


Dois policiais militares de plantão hoje encenaram briga pública na frente de pedestres no centro de São Paulo. Um da tarde chegou a apontar a arma da corporação para o rosto do sujeito de uniforme. Ninguém ficou ferido.

A desavença ocorreu na esquina das ruas de Timbiras e Santa Ifigênia. O local é um dos principais pontos da capital paulista do comércio popular de tecnologia. O local estava lotado na hora da luta.

No início de hoje, dezenas de vídeos feitos por pessoas que passavam chamaram a atenção. Enquanto um dos PMs aponta a arma para seu colega, as pessoas gritam: “mate ele”, “pegue ele!” e “atire na bunda dele!”

A certa altura, o policial com a arma na cara tenta desarmar seu colega de uniforme. Nesse momento, as pessoas que assistem à luta se afastam assustadas e as gravações tremem ou param de ocorrer.

De acordo com o registro interno da ocorrência, obtido por TwitterO soldado Felipe do Nascimento, lotado na 2ª companhia do 13º batalhão, que havia saído para almoçar, demorou a voltar.

Ao regressar, o cabo Márcio Simão de Oliveira Matias, lotado na 3ª Companhia do 7º Batalhão, que se encontrava no posto, cobrou o atraso e disse que se apresentaria ao sargento, pois já não poderia almoçar .

Nesse momento, conforme consta dos autos, o Soldado Nascimento sacou da arma para o Cabo Simão e passou a ameaçá-lo. Todos os PMs foram para o quartel-general do 7º batalhão após o incidente. A ocorrência foi registrada internamente como “desinteligência entre PMs escalados”.

A Polícia Militar informou que os PMs que aparecem nas imagens foram “identificados e imediatamente retirados de serviço”. A corporação afirmou ainda que “o Comando de Policiamento Local está a tomar as medidas cabíveis em relação aos factos”.