Polícia prende 2 pessoas em Campinas suspeitas de assalto a banco em SC – diariamente


Homem foi preso no centro de Campinas (Foto: Denny Cesare / Code19)

A polícia prendeu duas pessoas em Campinas na manhã desta quinta-feira (3) suspeitas de participação no roubo em uma agência do Banco do Brasil em Criciúma, Santa Catarina, no início desta semana.

A operação foi realizada por policiais de São Paulo. Mulher de 36 anos morava no Parque São Jorge. No início, ela negou a participação, mas os policiais puderam ver seu envolvimento por meio de telefones celulares e troca de mensagens.

O marido do suspeito, de 41 anos, foi preso em um prédio comercial na região central da cidade. Uma terceira pessoa, que seria o irmão da mulher, também é desejada.

Armamentos e explosivos também foram apreendidos na cidade e serão investigados para saber se são os mesmos usados ​​em Santa Catarina.

O PM Coronel Rogério Silva disse que a operação começou com uma denúncia anônima. “Recebemos denúncia anônima no Batalhão da Rota e colocamos a inteligência para funcionar. Entramos em contato com a polícia de Campinas”, disse.

Segundo o policial, foram encontradas imagens de um veículo utilizado no furto com abastecimento na Rodovia Anhanguera (SP-330), em Campinas. As imagens mostrariam o casal no veículo, sendo conduzido pelo marido. “Com mais informações, chegamos ao endereço do Parque São Jorge e ao endereço comercial aqui no Centro”, continuou.

O CASO

Segundo a polícia, aproximadamente 30 encapuzados roubaram uma agência do Banco do Brasil no Centro de Criciúma nesta segunda-feira (30). A ação durou 1h45.

Durante a ação, várias pessoas foram feitas reféns e cercadas por criminosos, além de bloqueios e barreiras para conter a chegada da polícia. Um policial ficou ferido, mas ninguém morreu.

O valor arrecadado ainda não foi liberado, mas parte do dinheiro foi espalhado pelas ruas. Quatro moradores foram detidos após a arrecadação de R $ 810 mil que ficaram no chão por conta da explosão durante o assalto.

.