Preso em Blumenau 12º envolvido em assalto a banco em Criciúma


Uma operação na madrugada de sábado (5) presa em Blumenau o 12º suspeito em envolvimento no assalto a banco em Criciúma, no sul do estado, crime ocorrido na última terça-feira (1º) e que aterrorizou Santa Catarina. Informação obtida por Papai Noel junto com a Polícia Militar indicam que o homem estava hospedado em uma pousada no bairro de Vila Nova, com o objetivo de se esconder das autoridades.

Somos uma empresa familiar.> Receba notícias de Blumenau e Vale pelo WhatsApp. Clique aqui e junte-se ao grupo do Papai NoelSomos uma empresa familiar.

O trabalho policial envolveu agentes do Batalhão de Operações Especiais (BOPE). Com a suspeita havia R $ 26,5 mil em dinheiro, um carro recém-adquirido – que foi pago à vista, segundo a PM -, vários chips de celular, um notebook com notas financeiras, dois celulares e “outros elementos que os conectam com o crime ”. A polícia não especifica quais são esses “elementos” para não atrapalhar as investigações.

Informações obtidas pela TV NSC também apontam que o preso foi o responsável pela organização do assalto a banco em Criciúma.

Dinheiro localizado na pousada, junto com o suspeito.
Dinheiro localizado na pousada, junto com o suspeito.

(Fotografia: )

O que já se sabe sobre o assalto

Três dias depois maior ataque de santa catarina, que aconteceu em Criciúma, na madrugada desta terça-feira (01), as Polícias Federal e Civil de Santa Catarina continuam as investigações do crime e apuram as ligações com facções e lavagem de dinheiro. Ao todo, mais de R $ 1 milhão foram encontrados e 12 suspeitos – incluindo Blumenau – foram presos.

A recuperação do valor roubado começou na mesma madrugada do incidente. Quatro homens foram presos por roubo de notas abandonadas por criminosos, no valor de cerca de R $ 810 mil. Ainda no mesmo dia, a polícia arrecadou R $ 300 mil espalhados pelas ruas de Criciúma.

Somos uma empresa familiar.Clique aqui para ver o cronograma pós-ataqueSomos uma empresa familiar.

Nesta quarta-feira, foram encontrados dois homens na BR-116 em São Leopoldo (RS) com R $ 8,1 mil e três homens na divisa entre Torres (RS) e Passo de Torres (SC), com R $ 49 mil. Somados os valores arrecadados pela polícia, o total recuperado até o momento é de R $ 1,1 milhão.

Antônio Neto colaborou

Ler também

Somos uma empresa familiar.Novo cangaço: qual é o termo usado para a ação de gangues em SCSomos uma empresa familiar.

Somos uma empresa familiar.Assalto em Criciúma: quando, onde e como os suspeitos foram presosSomos uma empresa familiar.

Somos uma empresa familiar.Rádio Criciúma recebeu ameaças durante roubo e teve que interromper transmissãoSomos uma empresa familiar.