Primeira remessa de vacina contra o coronavírus Pfizer chega ao Reino Unido | Vacina


A A primeira remessa da vacina contra o coronavírus da Pfizer e BioNTech chegou ao Reino Unido.

Ela foi levada para um centro de distribuição em local não divulgado, de onde será enviada para centros de vacinação em todas as regiões, informou a BBC.

As vacinas da Pfizer são produzidas na Bélgica e viajaram para o Reino Unido através do Eurotúnel, que liga a ilha ao continente.

  • A vacina da Pfizer usa tecnologia chamada RNA mensageiro; Veja como funciona

O Reino Unido aprovou, nesta quarta-feira (2), a vacina contra a Covid-19 desenvolvida pelas farmacêuticas Pfizer e BioNTech e anunciou que planeja iniciar a vacinação na próxima semana. Um primeiro lote com 10 milhões de doses será disponibilizado pelo SUS, Serviço público de saúde britânico, ainda em 2020.

Ao todo, o Reino Unido encomendou 40 milhões de doses – o suficiente para vacinar 20 milhões de pessoas.

O vice-diretor médico da Inglaterra, Jonathan Van-Tam, disse que a primeira rodada de vacinações pode prevenir até 99% das admissões e mortes em hospitais Covid-19.

VÍDEO: Entenda como funciona a vacina Pfizer / BioNTech

Em declarações à BBC, Van-Tam disse que isso seria possível se todos na lista de prioridade máxima tomassem a vacina e ela fosse altamente eficaz.

Segundo ele, é fundamental distribuir a vacina “o mais rápido” e no “maior volume” possível.

A ordem em que as pessoas receberão a vacina foi decidida pelo governo. Os idosos em lares de idosos e os funcionários dessas localidades estão no topo da lista de prioridades, seguidos por pessoas com mais de 80 anos e profissionais de saúde.

Como os hospitais já têm instalações para armazenar a vacina a -70 ° C exigidos, é provável que as primeiras vacinações ocorram para reduzir o risco de perda de doses.