Primeiro caso brasileiro de variante de COVID-19 confirmado em Illinois – CBS Chicago

CHICAGO (CBS) – O primeiro caso confirmado de uma variante do coronavírus no Brasil foi relatado em Illinois, quando pesquisadores da Northwestern University detectaram a variante P.1 durante a análise de sequenciamento de uma amostra do COVID-19.

O Departamento de Saúde Pública de Chicago e o Departamento de Saúde Pública de Illinois anunciaram o primeiro caso da variante Brasil na sexta-feira.

CONSULTE MAIS INFORMAÇÃO: 1 morto, 2 feridos em tiro na via expressa I-57 perto da 119th Street

“O caso em Chicago foi identificado pela equipe de pesquisa da Pathogen Genomics da Escola de Medicina Feinberg da Universidade Northwestern por meio da análise de sequenciamento de um espécime COVID-19. Uma investigação de acompanhamento pelo CDPH descobriu que um contato domiciliar desse indivíduo também não estava bem com COVID-19, mas nem esse indivíduo nem seus contatos domiciliares relataram viagens para fora de Illinois ”, disseram funcionários do CDPH em um comunicado à imprensa.

“Nós o identificamos por meio de nosso programa de pesquisa após mutações no vírus ao longo do tempo na área de Chicago”, disse o Dr. Egon Ozer, professor assistente de medicina em doenças infecciosas na Northwestern e médico da Northwestern Medicine.

A variante P.1 foi detectada pela primeira vez em quatro viajantes do Brasil durante uma triagem de rotina em um aeroporto de Tóquio em janeiro, e desde então foi descoberta em vários outros países.

CONSULTE MAIS INFORMAÇÃO: Atualização do cheque de estímulo: os pagamentos de socorro são ruins para a economia?

O primeiro caso nos Estados Unidos foi identificado em Minnesota em janeiro.

“As evidências sugerem que esta variante pode se espalhar mais facilmente do que a maioria das cepas circulantes de COVID-19, e há algumas evidências de que algumas mutações na variante P.1 podem afetar a capacidade dos anticorpos (de infecção natural ou vacinação) de reconhecer e neutralizar o vírus, mas estudos adicionais são necessários ”, disse o CDPH em um comunicado.

“A notícia não muda as orientações de saúde pública em torno do COVID-19. As mesmas estratégias usadas para conter a disseminação do COVID-19 funcionarão contra as novas variantes: use uma máscara bem ajustada; prática de distanciamento social; evite encontros; não viaje desnecessariamente; lave as mãos com frequência. E seja vacinado quando for a sua vez ”, acrescentaram as autoridades.

MAIS NOTÍCIAS: Federais apreendem 65.000 máscaras N95 falsificadas no Aeroporto Internacional O’Hare

Até sexta-feira, Illinois relatou um total de 1.194.702 casos de COVID-19, incluindo 85 casos da variante B.1.1.7 do Reino Unido e dois casos de B.1.351 da África do Sul. Illinois relatou um total de 20.700 mortes por coronavírus até agora.

Source