Ramírez pede paciência com novas atribuições de Dourado no Inter: “Facilitador de espaço” | Internacional

A derrota do Inter em Gre-Nal no sábado mostrou que alguns detalhes ainda precisam ser ajustados por Miguel Angel Ramírez. O treinador falou sobre um dos movimentos de suas ideias e pediu paciência com as obrigações atribuídas a Rodrigo Dourado.

O treinador explicou que a pressão exercida pelo Grêmio na defesa do Colorado o obrigou a mudar a estratégia no início do jogo, com um revezamento entre Dourado e Edenílson.

O espanhol admite que leva tempo para os atletas conseguirem se adaptar mais às novas ideias implementadas. E reforça o papel do Dourado na mecânica da equipe.

– A posição (de Dourado) continua a mesma que encerrou o Campeonato Brasileiro. O que queremos é que você seja um facilitador do espaço. Isso vem de trás para ter superioridade numérica. Eles são compreensivos. Nos treinos, nas partidas ele está tendo coisas muito boas – destacou o técnico colorado.

Rodrigo Dourado tem buscado mais o jogo entre zagueiros – Foto: Ricardo Duarte / Internacional

Mas o volante mantém o título e a liderança da equipe intactos. Após a derrota na Arena, Dourado passou a dizer que a equipe “tem medo de ser feliz” no Gre-Nais, referindo-se às chances perdidas. Questionados sobre o assunto, os vice-presidentes de futebol João Patrício Herrmann e Ramírez endossaram as palavras do capitão.

Para assimilar a derrota no clássico e a perda da liderança no Gauchão, o Inter volta a treinar na tarde desta segunda-feira no CT do Parque Gigante. A próxima nomeação do Colorado será contra o Aimoré, no Cristo Rei, pela 10ª rodada do estado. Sem confirmação de data ainda.

Source