Renato Salvador para ser o homem forte do futebol atlântico e sem remuneração – Jaeci Carvalho

A vitória do Galo sobre o Atlético-PR o mantém com chances reais de copas, embora a distância para São Paulo seja significativa, faltando 13 jogos para o final da competição. O Atltico, que está no time do brasileiro há 49 anos, não contava com a vitória da competição nesta temporada, mas com o andamento do campeonato viu que isso seria possível, e ainda. O nível técnico dos jogos é baixo e pobre. Desde a contratação de Jorge Sampaoli – e que o Galo deve exclusivamente a Renato Salvador -, a equipe mudou de postura, embora eu tenha minhas ressalvas quanto ao trabalho do treinador.

De março para agora, após a saída do debilitado Dudamel, os torcedores voltaram a acreditar no time, principalmente após as contratações de Renato Salvador e dos outros 3Rs: Rubens e Rafael Menin e Ricardo Guimares. Sampaoli, que conversa pouco, dialoga com Gabriel Andreata, seu fiel escudeiro, e este com o homem forte do futebol de Galo, Renato Salvador. Ele analisa se o atleta indicado serve edo ok, para que os outros Rs assinem o cheque. Um time que quer deixar o Galo forte novamente, com conquistas na copa.

O técnico Sampaoli indica os jogadores que quer para o time e os nomes são analisados ​​por Renato Salvador, que dá veredicto (foto: Pedro Souza / Atltico / Divulgao)

O novo presidente, eleito no dia 11, que tomará posse no dia 1º de janeiro pela trindade 2021/22/23, Srgio Coelho, já definiu sua equipe de trabalho. Ele manterá Renato Salvador como o homem forte do futebol e contratará um técnico de futebol, que será o elo entre a comissão técnica, Renato e a presidência. No novo modelo, não haverá diretor de futebol remunerado. Renato ficará responsável por tudo, sem receber um centavo. Ele mesmo não quer nenhum tipo de remuneração.

No marketing, Leandro Figueiredo será mantido, mas algumas demissões serão feitas no clube. O novo presidente já estuda os currículos de alguns candidatos ao cargo de diretor de futebol. Em seu gesto, ele já pediu ao presidente do conselho deliberativo, Castellar Guimares Filho, que convoque uma auditoria permanente. O principal objetivo de Coelho é fazer um gesto transparente, reportando ao torcedor, mês após mês.

Srgio Coelho está muito animado. Tenho conversado com ele quase diariamente. Está convicto de que o novo Atlântico voltará ao período de conquistas da taça, que aconteceu em 2013/14, quando a torcida comemorou os títulos da Copa Libertadores, Copa do Brasil e Recopa Sul-Americana, com o eterno e maior vencedor no história do clube, Alexandre Kalil. Srgio até teve uma reunião com ele na prefeitura. Candidato único, ele emociona-se com o Atlântico unido para se tornar um clube vencedor e superavitário. Outro grande nome em sua diretoria é o Dr. Jos Murilo Procpio, renomado jurista, que retorna ao clube para ajudar, também sem remuneração. vice-presidente eleito. Em conversa com ele, ele me disse que voltou a atender aos pedidos e que não poderia recusar o convite por ser um grande atleta e por entender que o clube estará em muito boas mãos.

O Srgio Coelho garantiu ainda que vai procurar no mercado dois grandes jogadores, de preferência experientes e vencedores, para apoiar os mais novos. Uma camisa 10 – algo raro no nosso futebol – e uma camisa 9 são as preferências do novo presidente. Ele quer dois atletas que possam causar grande expectativa na torcida e que possam lotar o aeroporto quando chegarem em BH. Claro, para o brasileiro não tem como se cadastrar. As contratações estariam pensando na Copa Libertadores de 2021, que, com certeza, terá Galo como uma das seleções brasileiras. A possibilidade do título brasileiro deste ano nunca está descartada. São três times na luta, com chances reais: São Paulo, Atltico e Flamengo. E mais três que também podem chegar: Palmeiras, Grmio e Internacional. Esses, no entanto, têm chances menores.

Coelho admite que ganhou muita experiência nas duas passagens como treinador de um clube. Ele admite que hoje vê o futebol de outra forma e que o profissionalismo realmente veio para ficar. Será contratado o assessor de imprensa Domnico Bhering, bem como Der Aleixo, assistente técnico permanente do clube. Srgio Coelho está muito animado e esperançoso de ver o Galo viver seus melhores dias. A inauguração do estádio, prevista para 2022, é outro fator que enche de orgulho o presidente eleito. Com uma casa, onde tudo o que gira em torno do show será inteiramente do clube, a tendência é que o Atlântico se transforme em superávit. Srgio Coelho também pretende reduzir passivos, tornando-o enxuto. Pelo que percebi nas conversas que tive com ele, a intenção é transformar o Atlântico em uma das grandes potências do continente. Um clube vencedor e superavitário. Boa sorte, presidente!

Source