Santos e Soteldo: separados por restrições ao Brasil na pandemia de Covid

O camisa 10 está de folga na Venezuela desde o dia 16 e deveria ter voltado, mas tem problemas com voos

Yeferson Soteldo vive uma situação inusitada para retornar ao Brasil. O jogador, que foi dispensado pelo Santos para ficar na Venezuela após a partida do Peixe no país, vive uma saga na volta, com mais de uma tentativa frustrada de pousar em solo brasileiro.

Futebol ao vivo ou quando quiser? Clique aqui e experimente o DAZN gratuitamente por um mês!

Por não ter tido folga no início da temporada, Soteldo foi liberado pelo Santos para ficar um pouco na Venezuela, onde o Santos havia enfrentado o Deportivo Lara. O atacante está de folga em seu país desde 16 de março, para que possa visitar sua família, que não vê há mais de um ano por causa da pandemia.

A expectativa era que ele retornasse ao Brasil no final de semana do dia 20, porém, enfrenta dificuldades para viajar. O primeiro obstáculo para o retorno do jogador foi a falta de voos da Venezuela para o Brasil no final de semana em que estava programado o retorno. Dessa forma, outras tentativas foram feitas por ele e Santos, mas todos acabaram frustrados.

Nesta sexta-feira (26), mais uma tentativa foi feita. Soteldo embarcou da Venezuela para o Panamá, mas não conseguiu pegar o segundo vôo, com destino a São Paulo. Devido às restrições de viagens que alguns países impuseram ao Brasil devido ao agravamento da pandemia Covid-19 no país, algumas fronteiras foram fechadas e a ponte não pôde ser concluída e ele acabou voltando para Caracas.

O Santos, agora, não tem previsão de quando poderá viabilizar mais um vôo para Soteldo, que já perdeu uma semana de treinamento em Atibaia, visando ao confronto contra o San Lorenzo, valendo uma vaga na fase de grupos do Libertadores. De acordo com GE.com, O Peixe vai buscar uma solução para o jogador através do departamento jurídico, para tê-la o mais rápido possível.

Source