São liberados até R $ 2.090 nos saques do FGTS e PIS / PASEP; veja quando retirar


Dezembro começou. Os trabalhadores brasileiros já começaram a receber dois novos pagamentos, sendo um deles Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e outro de PIS / PASEP bônus salarial.

Um deles é o saque emergencial do FGTS que, devido à pandemia, permite o saque de até R $ 1.045 por conta. Todos os trabalhadores poderão se retirar. O benefício já depositou todos os lotes e agora os saques estão sendo liberados gradativamente. A Caixa já liberou o saque para todos.

O outro é o Abono de PIS / PASEP, destinado a quem trabalhou em 2019. Já foram liberados saques para 5 turmas. A Caixa e o BB, responsáveis ​​pelos pagamentos, ainda pagarão 7 lotes do benefício, até junho de 2021.

Saque emergencial do FGTS de R $ 1.045

Um total de 12 lotes de saques e transferências de dinheiro já foram liberados em Fundo Garantidor de Serviços (FGTS). O benefício já pode ser sacado em espécie pelos aniversários de janeiro a dezembro. Assim, a Caixa concluiu o pagamento de todo o benefício.

O retirada de emergência, Na quantia de R $ 1.045, pode ser feito por trabalhadores com contas ativas (trabalho atual) e contas inativas (trabalhos anteriores).

O dinheiro está sendo pago em duas etapas. Inicialmente, o valor foi depositado por meio da poupança social digital. Lá, o trabalhador pode usar o dinheiro para pagar contas online e fazer compras por meio do código de barras digital criado pelo programa.

Na segunda etapa, conforme calendário específico, os valores foram liberados para saques ou transferências.

PIS / PASEP abono salarial

O Governo federal libertado saque de bônus salarial de PIS / PASEP para quem trabalhou em 2019 (para todos que podem retirar) e 2018 (para quem tem direito e ainda não sacou).

De acordo com o texto do release, os saques podem ser feitos de acordo com o mês de aniversário. Os nascidos em julho, agosto, setembro, outubro e novembro já podem retirar-se. Em dezembro, um lote será lançado no dia 15 de dezembro.

Para ter direito aos valores, o trabalhador deve atender a determinados requisitos, como, por exemplo, ter recebido em média dois salários mínimos mensais.

O valor pago pode chegar a até um salário mínimo (R $ 1.045, em 2020) e varia de acordo com a jornada de trabalho. Se a pessoa trabalhou o ano todo, ela recebe um salário mínimo. Se você trabalhou um mês, ganha na proporção: 1/12 do mínimo, hoje vale R $ 87,08.

O calendário de retirada abaixo segue o mês de nascimento do Beneficiários do PIS (funcionários de empresas privadas) e o número de registro Pasep (servidores públicos).

A Caixa informou que o saque do bônus referente a 2019/2020 já pode ser feito e seguirá o cronograma de pagamento do bônus salarial 2020/2021. Em ambos os casos, o abono poderá ser retirado até 30 de junho de 2021.

Veja também: EXTENSÃO do uso da poupança digital para FGTS e PIS / PASEP