Saúde nega ‘confisco’ de vacinas contra Covid-19


Foto: Erasmo Salomão / Ministério da Saúde

O Ministério da Saúde acaba de divulgar nota informando que não confiscará vacinas contra a Covid-19 adquiridas pelos estados.

“Reiteramos que em nenhum momento o Ministério da Saúde se manifestou sobre o confisco ou a exigência de vacinas adquiridas pelos estados”.

A possibilidade de confisco foi discutida depois que Ronaldo Caiado escreveu no Twitter que o governo daria uma medida provisória para centralizar a distribuição de imunizantes. “Toda e qualquer vacina certificada produzida ou importada será solicitada pelo Ministério da Saúde”, disse o governador.

O antagonista apurou que a MP, de fato, abrirá R $ 20 bilhões em crédito extra para compra de insumos e vacinas contra a Covid-19.

“Todas as campanhas nacionais de vacinação são realizadas por meio do Programa Nacional de Imunizações (PNI), coordenado pelo Ministério da Saúde. As ações contam com o apoio das secretarias estaduais e municipais de saúde e, assim, é possível garantir que as vacinas cheguem a todos os estados / municípios e que o trabalho seja realizado de forma eficiente ”., concluiu a pasta.