Segurado que pede aposentadoria até o dia 31 vai garantir mais atrasos | Rede Jornal Contábil


Os segurados do INSS que estão próximos da aposentadoria devem estar atentos ao calendário para garantir regras mais vantajosas. O motivo dessa atenção é que a partir de janeiro de 2021, três regras de transição passarão a ter requisitos ainda mais rígidos para quem pretende se aposentar, a saber:

  1. Por pontos: garante o benefício por tempo de contribuição;
  2. Transição por idade mínima: dá direito a aposentadoria por tempo de contribuição;
  3. Idade mínima: para o benefício de idade das mulheres.

Para a regra de transição de pontos, a tabela só será válida até 31 de dezembro. A partir de 1º de janeiro de 2021, a exigência da soma da idade mais o tempo de contribuição será de 88 pontos para mulheres e 98 pontos para homens.

Portanto, o segurado que pretende se aposentar no ano que vem precisará trabalhar mais dois meses para ter acesso ao benefício. Por exemplo, neste ano, se uma mulher de 57 anos mais 30 anos de contribuição quisesse se aposentar, ela teria acesso ao benefício.

Em 2021, essa mulher precisaria ter no mínimo 58 anos e 30 anos de contribuição. A cada ano os pontos são reajustados até atingir o limite de 100 pontos para mulheres e 105 pontos para homens.

No caso do segurado que já cumpriu o período de contribuição, a idade mínima aumenta a cada seis meses até atingir 62 anos em 2031 para as mulheres e 65 anos em 27 para os homens.

Para compensar o novo fator previdenciário e manter o mesmo benefício que receberia antes de dezembro, o segurado terá que trabalhar cerca de mais dois meses em 2021.

INSS atrasado

Quanto mais cedo o segurado fizer o pedido de aposentadoria, ele vai garantir maior atraso para quem atingiu todos os requisitos mínimos. Isso porque o INSS reconhece que a data de início da aposentadoria é igual ao dia da solicitação.

O INSS em atraso é pago como diferença retroativa que não foi paga ao beneficiário durante o período de espera para recebimento do benefício.

Dica extra do Jornal Contábil: Conhecer e realizar os procedimentos do INSS para usufruir dos benefícios previdenciários.

Você já pensou que sabe tudo sobre o INSS desde a licença à aposentadoria e, o melhor de tudo, em apenas um fim de semana? Uma alternativa rápido e eficaz e o curso INSS na prática:

Isto é um curso velozesContudo completo e detalhado com tudo que você precisa saber para dominar as regras do INSS, procedimentos e regras sobre como coletar informações e solicitar benefícios para você ou qualquer pessoa em necessidade.

Não perca tempo, Clique aqui e dominar tudo sobre o INSS.