Seleção da ESPN é alvo da torcida do Flamengo ao deixar o Maracanã após eliminação na Libertadores


Poucas horas depois de eliminar o Flamengo na rodada de 16 Conmebol Libertadores, a equipe de relatórios em ESPN Brasil foi alvo de uma tentativa de agressão fora do Maracanã, no Rio de Janeiro, quando já estava saindo do local. Felizmente, nenhum dos membros ficou ferido, deixando apenas o susto.

A ação aconteceu próximo ao estacionamento do portão 2, na Avenida Presidente Castelo Branco, onde existe até ponto de ônibus. Lá, cerca de 30 torcedores reunidos a poucos metros de distância por policiais da Guarda Municipal do Rio de Janeiro.

A reportagem estava dentro do carro passando pelo local quando os torcedores teriam se sentido incomodados por estarem sendo filmados e correram em direção ao veículo, atacando verbalmente os profissionais.

Alguns conseguiram se aproximar do veículo e um deles, bem mais animado, acertou dois tapas na lente da câmera do canal, mas não danificou o equipamento (veja as imagens acima).

A partida entre Flamengo e Corrida, que teve início às 21h30, encerrou-se por volta das 23h40 (horário de Brasília), depois da vitória do clube argentino nos pênaltis. O início da queda na Libertadores, em um segundo tempo com obstáculos, motivou os protestos.

Após a eliminação, pouco mais de 40 torcedores foram ao Maracanã protestar. Fora do estádio, eles cantaram canções contra o treinador Rogério Ceni, o zagueiro Gustavo Henrique e o atacante Vitinho.

Alguns levantaram o tom das acusações, fazendo ameaças ao elenco, com gritos como “Isso não é Vasco”, “Agora a surra vai comer” e “O amor acabou, isso vai virar inferno”.

A queda do Flamengo na Libertadores foi o segundo fracasso da temporada. Antes, sob o comando de Rogério Ceni, o time era eliminado nas quartas de final do Copa do brasil pele São paulo com duas derrotas, primeiro no Maracanã e depois no Morumbi.

Toque

1:33

Rubro-negro foi eliminado da Libertadores pelo Racing do Maracanã

Antes, o clube levantou todas as taças que disputou: Supercopa do Brasil, Recopa Sul-Americana e Campeonato carioca. Agora só existe a luta pelo Campeonato brasileiro, competição que a equipe ocupa o terceiro lugar.

.