Sem ambições maiores, “On-call BBB” só quer prolongar a conversa

Não há muito o que dizer sobre um programa criado às pressas, em plena “BBB 21”, com o objetivo de comentar o que está acontecendo no reality show da Globo. “On-call BBB”, anunciado seis dias antes de ir ao vivo, é uma improvisação, um “Video Show Temático” que poderá vir a funcionar como um laboratório para algo mais bem planeado em 2022.

Mesmo básico, com um apresentador no estúdio, dois convidados em ligação remota e muitas imagens do “BBB 21”, é um programa que com certeza agrada os oito patrocinadores do reality. E, claro, acalenta um público jovem ávido por tudo o que diz respeito à “casa mais vista do país”.

Ana Clara, que se revelou grande na Rede BBB, entrevistando os participantes assim que saem do programa, mereceu a honra de comandar esta atração. Em pé, conversou na estreia com Tia Má (Maíra Azevedo) e o ator Silvero Pereira.

O formato sugeria mais um programa de entrevista do que um programa de bate-papo. Seria muito mais interessante se os três estivessem juntos no estúdio, sentados, conversando um pouco. Talvez em um mundo sem pandemia, isso seja possível.

O momento mais elaborado de “On duty BBB” foi um VT sobre a atuação de Viih Tube, mostrando sua habilidade no jogo e, principalmente, na formação da parede neste domingo (04). Era um vídeo que normalmente seria exibido no programa de terça-feira, antes do anúncio da eliminação.

Fiquei em dúvida se o “BBB Duty” corre o risco de “canibalizar” o programa noturno. Ou, pior ainda, se for uma redundância. De qualquer forma, parece haver um público disposto a essa “overdose” de informações sobre o “BBB 21”.

Source