‘Situação regularizada e segurança sob controle’, diz presidente do TSE sobre eleições em Macapá | Eleições 2020 no Amapá


O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, esteve em Macapá neste sábado (5) para acompanhar os preparativos para a eleição, que se realiza neste domingo (6). Durante a tarde, Barroso foi a uma sessão eleitoral e visitou o monumento Marco Zero.

Lá, ele reafirmou a “situação regularizada” da eleição, que foi adiada para domingo devido à crise energética e à falta de segurança. E, se houver, a 2ª rodada será no dia 20 de dezembro.

“As informações que tanto tenho sobre o presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Amapá [TRE-AP] quanto do governador do estado, com quem estive hoje, é que a situação esteja totalmente regulada em termos de energia e que a questão da segurança pública esteja totalmente sob controle ”, afirmou.

Ministro Luís Roberto Barroso durante visita ao monumento Marco Zero – Foto: Rede Amazônica / Reprodução

Em entrevista coletiva na sede do TRE-AP, Barroso mostrou certa tranquilidade sobre a questão da segurança pública no primeiro turno. Segundo o ministro, “tudo o que poderia ser feito já foi feito” e a previsão é de tranquilidade durante a votação.

“Do ponto de vista da segurança pública, não estou totalmente tranquilo porque isso pode ser imprudente hoje, mas tudo o que poderia ser feito razoavelmente já foi feito e espero que tudo corra bem”, disse.

Barroso disse à Rede Amazônica que, segundo o TRE-AP, “está tudo sob controle” e que a expectativa é positiva, porque tudo deve acontecer sem problemas. Questionado se o resultado do 1º turno deve sair rápido, ele preferiu não definir prazo.

“Na vida normal, sim [é rápido], mas hoje em dia já não faço previsões ”, disse Barroso. Ver:

  • Com eleição adiada, Macapá começa dezembro como a única capital sem conhecer o novo prefeito

Presidente do TSE, Ministro Roberto Barroso acompanha os preparativos para a eleição em Macapá

Neste ano, pela primeira vez, a contagem de votos foi centralizada no TSE, por recomendação da Polícia Federal. No dia 15 de novembro, quando ocorreu o 1º turno da eleição em todo o país – exceto em Macapá – houve uma lenta contagem de votos logo após o encerramento do pleito, que se estendeu até a manhã do dia seguinte.

Ministro Luís Roberto Barroso em reunião no TRE do Amapá – Foto: TSE / Divulgação

Pela manhã, Barroso acompanhou a auditoria das urnas eletrônicas, processo que reforça a confiabilidade da votação.

A preparação das sessões eleitorais também começa nesta tarde de sábado e as urnas só serão entregues após as 5h00 de domingo. O TRE considera que os problemas que levaram ao adiamento da eleição na capital amapá foram superados.

“Amanhã teremos uma eleição muito segura em Macapá. Temos 100% da energia restaurada e teremos mais de 1.400 policiais dando segurança aos locais de votação e à cidade de Macapá ”, afirmou o presidente do TRE, desembargador Rommel Araújo.

Veja as últimas notícias do G1 Amapá

ASSISTA abaixo o que foi destacado no AP: