Stellantis quer triplicar vendas de carros eletrificados no mundo | Carros

Divulgação

Jeep Renegade e Compass: as versões 4x podem marcar até 45 km / l na estrada

O Grupo Stellantis
anuncia que pretende triplicar o volume de vendas de modelos eletrificados em 2021. Considerando as 139 mil unidades vendidas no ano passado, o conglomerado formado por FCA
(Fiat-Chrysler Automobiles) e PSA
(Grupo Peugeot-Citroën) visa um volume anual de cerca de 400 mil unidades.

O anúncio foi feito pelo executivo John Elkann, diretor global da Stellantis
em entrevista à Reuters. Segundo ele, as marcas do grupo terão 11 novos modelos na categoria para alavancar as vendas.

Peugeot e-208 GT será o primeiro carro elétrico do Grupo Stellantis no Brasil
Divulgação

Peugeot e-208 GT será o primeiro carro elétrico do Grupo Stellantis no Brasil

Antes de fechar a aliança com o Grupo Peugeot-Citroën
para formar o Stellantis
, uma Automóveis Fiat-Chrysler
comprou cerca de US $ 363 milhões em créditos da UE para investir na redução das emissões de gases tóxicos. A fabricante está comprometida em gastar cerca de US $ 2 bilhões até o final de 2021.

Apesar da pandemia causada por coronavírus recente
tendo causado uma queda de 20% no mercado automotivo global em 2020, o segmento de veículos híbridos e elétricos registrou um crescimento expressivo de 67%. Com base nos resultados, o Stellantis
pretende oferecer versões eletrificadas de todos os seus veículos europeus até 2025.

Brasil

Novo Fiat 500e: fabricante já solicitou homologação no Brasil;  deve chegar em 2022
Divulgação

Novo Fiat 500e: fabricante já solicitou homologação no Brasil; deve chegar em 2022

Almejar a marca de 400 mil veículos eletrificados vendidos no mundo em 2021 é um plano ousado da Stellantis
, que hoje forma o quarto maior grupo automotivo do planeta. No Brasil, a categoria ainda está engatinhando, mas a marca já confirmou que terá híbridos e elétricos nas concessionárias.

O primeiro veículo da categoria no Brasil será o hatch elétrico Peugeot e-208 GT
. Ele deve chegar no meio do segundo semestre, entregando 136 cv de potência e 26,5 kgfm de torque. Segundo o fabricante, o modelo pode percorrer 350 km.

Ao mesmo tempo, o FCA
deve importar o Jeep Renegade
híbrido que foi prometido no final do ano passado. O modelo é capaz de medir 45 km / l, desenvolvendo 180 cv de potência e 27,7 kgfm de torque.

Outro modelo elétrico que chegará ao Brasil é o Fiat 500e
. A marca italiana já solicitou o registro do compacto no INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial), mas seu lançamento deve ser para o primeiro trimestre de 2022.

Source