Última cidade sem Covid-19 no Brasil, Cedro do Abaeté registra dois casos da doença | Minas Gerais

A Covid-19 chegou ao Cedro do Abaeté, na Região Central de Minas Gerais. Com a confirmação de dois casos na cidade, a doença atingiu 5.570 municípios brasileiros. Neste domingo (13), governo federal confirmou a média móvel dos autos mais de 40 mil pelo 11º dia consecutivo, número que mostra o alerta para o progresso da doença, com aumento de infecções em quatro das cinco regiões do país.

Segundo relatório da SES, entre os casos confirmados no Cedro do Abaeté, um está sendo seguido e o outro paciente já está recuperado. Ainda não há informações que esclareçam se os casos estão relacionados entre si.

De acordo com o último Censo divulgado pelo IBGE, o município possui 1.157 habitantes e fica a 35 quilômetros de Abaeté, a cidade mais próxima, com 23 mil habitantes. Segundo a secretária municipal de saúde Cássia Maria, o município chegou fortalecer a equipe médica evitar o deslocamento da população para outros locais expostos à doença.

“A prefeitura mudou-se com os moradores para Abaeté, que é a nossa referência, mas com a pandemia passamos a custear várias especialidades como neurologista, psiquiatra, urologista e também exames de ultrassom. Tudo isso para que os moradores não tenham que se deslocar e se expor a riscos ”, explicou.

Segundo o infectologista Unaí Tupinambás, professor da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), as características físicas e demográficas desses locais e as ações dos governantes acabam evitando o registro dos casos.

“São locais com baixa densidade populacional. Claro, só isso não seria suficiente, as opções dos gestores locais fazem toda a diferença. Vimos isso em todo o mundo. Quando o gestor tem uma postura muito dura em relação à questão dessas medidas não farmacológicas, como distância social, uso de máscara e evitar aglomeração, vimos que há muito sucesso nesse enfrentamento ”, disse.

O governo do estado anunciou, nesta quarta-feira (9), a atualização do programa Minas Consciente, para enfrentar a pandemia Covid-19 em território mineiro. Cedro do Abaeté está na faixa amarela, juntamente com os demais municípios da Região Centro.

Nesta fase, as cidades podem autorizar o funcionamento de setores considerados não essenciais como bares, lojas de roupas, eletrodomésticos e móveis, clubes e academias, com algumas restrições.

Vídeos com mais visualizações no G1 MG nos últimos 7 dias

Source