URGENTE: Funcionamento da Procuradoria Geral da República visa Juninho e secretários na conta de R $ 4 milhões


Ministério Público e Polícia Civil cumprem mandado de busca e apreensão na Prefeitura de Rio Claro na manhã desta quarta-feira. Segundo informações de autoridades ao JC, a motivação é a compra de R $ 4 milhões em EPIs na Saúde.

Os diretores realizaram ações na casa do prefeito Juninho da Padaria, do chefe da Casa Civil Silvio Martins, do secretário da Fazenda Gilmar Dietrich, na casa da responsável pelas licitações Jéssica Fuzaro, na Central de Compras da Prefeitura e hoje trabalha na Casa do Prefeito escritório no Paço Municipal.

O procurador André Vitor de Freitas confirmou os detalhes. Mais informações serão atualizadas em breve e também no Facebook do Jornal Cidade de Rio Claro.