Vacina não será dada a toda a população, afirma governo brasileiro – 30/11/2020 – Ciência e Saúde


Quando a vacina Covid-19 for aprovada, ela não será oferecida para toda a população em 2021. Segundo o Ministério da Saúde, ela será oferecida apenas para grupos com maior risco de exposição e complicações da doença.

O governo vai compartilhar um plano preliminar com especialistas e secretários de saúde na terça-feira (1º). O ministério já falava em iniciar com casos prioritários, como idosos, doentes crônicos e profissionais de saúde.

“Não temos vacina para toda a população. Além disso, os estudos não prevêem trabalhar com todas as faixas etárias”, disse a coordenadora do Programa Nacional de Imunizações, Francieli Fantinato.

O secretário executivo do Ministério da Saúde, Elcio Franco, comparou a estratégia com a das campanhas de vacinação contra a gripe. A priorização depende do cenário epidemiológico e das indicações dos imunizantes.

“Nossa meta é vacinar 80 milhões de brasileiros por ano. Não estamos falando de toda a população”. Segundo ele, essa discussão está acontecendo em outros países. O Brasil já tem acordos para imunizar um terço da população.

Traduzido por Kiratiana Freelon

Leia o artigo na língua original

.