VÍDEO: moradores atiram pedras e até cadeira em PMs que tentaram impedir festas clandestinas no DF | Distrito Federal

Policiais militares que tentando banir uma aglomeração foram recebidos com pedras por participantes de um partido clandestino que aconteceu nesta noite de domingo (4), no bloco 31 de Paranoá, no Distrito Federal. O grupo também jogou uma cadeira nos militares (veja o vídeo acima) Três pessoas foram presas.

  • VÍDEO: Fiscalização fecha partido clandestino no DF; multa é de R $ 10 mil para dona de casa

A confusão aconteceu por volta das 22h30. A polícia foi até a casa para verificar uma suposta desobediência ao decreto do GDF, que proíbe aglomerações e eventos das 22h às 5h, quando começa o toque de recolher na capital.

“Ao chegar ao local, a equipe encontrou muita aglomeração e som alto, gente usando álcool e muitas crianças na rua. A equipe se deparou com pedras e cadeiras”, disse o PM em nota.

Moradores atiram pedras e até cadeira contra PMs que tentaram impedir uma festa clandestina no DF – Foto: Arquivo pessoal

Por causa dos assaltos, os militares tiveram que pedir reforço policial. No vídeo, um dos policiais disparou balas de borracha contra os moradores. Segundo a corporação, “no decorrer da ocorrência foi necessário o uso de meios menos letais e uso diferenciado da força”.

Um dos partidários ficou ferido e teve que ser levado ao Hospital Regional do Paranoá, onde recebeu os primeiros socorros.

Os detidos, com idades de 33, 35 e 38 anos, foram encaminhados para a 6ª Delegacia (Paranoá). Eles serão responsáveis ​​pelos crimes de lesão corporal, descumprimento de medidas sanitárias, desacato e desobediência.

Moradores atiram pedras e até cadeira contra PMs que tentaram impedir festas clandestinas no DF – Foto: TV Globo / Reprodução

Segundo a Polícia Civil do DF, como o somatório das penas dos crimes ultrapassa o que pode ser garantido, os suspeitos permanecem presos na divisão de controle e custódia até decisão judicial.

Em 9 de março, o Secretário de Saúde declarou estado de calamidade pública no Distrito Federal devido ao aumento dos casos de Covid-19. No último balanço da pastagem divulgado na noite de domingo (4), a capital registra 6.288 mortes pela doença e os infectados totalizam 349.775.

Apesar do avanço da doença, segundo a Secretaria de Proteção à Ordem Urbana do Distrito Federal (Legal DF), de 8 a 31 de março, 401 estabelecimentos foram autuados e 522 interditados no DF. Outras 63 pessoas foram multadas por não cumprirem o toque de recolher.

Nesta segunda-feira (5), a taxa de ocupação nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI) é de 98% e 356 pessoas aguardavam vaga.

* Sob supervisão de Maria Helena Martinho

Leia mais notícias sobre a região no G1 DF.

Source